Sobre


A Academia Friburguense de Letras (AFL) é um órgão literário brasileiro localizado em Nova Friburgo e fundado em 22 de junho de 1947.

Em 22 de junho de 1947, poucos dias antes de completar dois anos do término da segunda guerra mundial, um grupo de intelectuais, tendo à frente o Dr. Rudá Brandão de Azambuja e o Professor Messias de Moraes Teixeira, duas figuras atuantes do setor cultural da época em Nova Friburgo, criam a Academia Friburguense de Letras, uma associação, que hoje é uma referência na cidade. Também conhecida como a Casa de Julio Salusse, a AFL, seguindo os moldes da Academia Brasileira de Letras, é composta de quarenta cadeiras de provimento vitalício. São escritores, poetas, jornalistas, professores e profissionais liberais do município que emprestam seu talento às reuniões e eventos promovidos na casa. Desde a primeira reunião, realizada ao ar livre, em plena Praça 15 de Novembro (atual Getúlio Vargas), até os dias de hoje, a Academia vem cumprindo com a proposta de incentivar a atividade literária, educativa e cultural da cidade.

A instituição foi reconhecida de utilidade pública pela Câmara Municipal de Nova Friburgo, conforme Resolução nº 180 de 04 de abril de 1952 e pela Lei nº 1711 de 05 de outubro de 1952 da ALERJ - Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.
Brasão e Lema

O brasão da Academia Friburguense de Letras consta de um livro sobre um fundo azul, com a inscrição: “Cultuar a arte é sublimar o espírito”, lema de autoria de Rudá Brandão de Azambuja, um dos fundadores da instituição, conforme registrado em ata.
Patrono

O patrono da Academia Friburguense de Letras é o poeta Júlio Mário Salusse, nascido onde hoje se localiza o município de Bom Jardim, em 30 de março de 1872 e falecido em 1948. Sua vida é envolta em lendas e a maior parte de sua obra está desaparecida. Ganhou fama por seu poema “Cisnes”, soneto inspirado provavelmente por Laura de Nova Friburgo, filha de Bernardo Clemente Pinto Sobrinho, Conde de Nova Friburgo. Os cisnes representam, também, um dos símbolos da academia, junto ao brasão com a inscrição do lema da instituição.

Fundadores

    01 - Rudá Brandão Azambuja

    02 - Messias de Moraes Teixeira

    03 - José Côrtes Coutinho

    04 - Jamil El-Jaick

    05 - Álvaro Almeida do Vale

    06 - Tarcísio Tupinambá Gomes

    07 - João Baptista de Moraes

    08 - Luiz de Gonzaga Malheiros

    09 - Afonso Freire

    10 - Oscar Goulart Monteiro

    11 - Jaime de Siqueira Bittencourt

    12 - Francisco José dos Santos Werneck

Presidentes

    1947 - 1950 - Oscar Goulart Monteiro

    1951 - 1952 - Rudá Brandão Azambuja

    1953 - - - José Côrtes Coutinho

    - - 1954 - Rudá Brandão Azambuja

    1955 - 1956 - Altino Costa

    1955 - 1956 - Daniel de Carvalho

    - - 1958 - Altino Costa

    1959 - 1965 - Juvenal Marques

    1965 - 1966 - Humberto El-Jaick

    1966 - 1967 - Augusto Cláudio Ferreira

    1968 - 1969 - Messias de Moraes Teixeira

    1970 - 1971 - Daniel de Carvalho

    1972 - 1973 - Juvenal Marques

    1973 - 1974 - Messias de Moraes Teixeira

    1975 - 1976 - Daniel de Carvalho

    1976 - 1980 - Antônio Carlos Vitiello

    1982 - 1983 - Antônio Carlos Vitiello

    1983 - 1984 - Elio Monnerat Solon de Pontes

    1984 - 1985 - Daniel De Carvalho

    1985 - 1986 - Hélio Albuquerque De Lima Jr.

    1987 - 1992 - Antonio Vitiello

    1988 -1989 - Hélio Albuquerque De Lima Jr.

    1989 - 1990 - José Côrtes Coutinho

    1993 - 1995 - Elio Monnerat Solon de Pontes

    1996 - 1997 - Hélio Albuquerque Lima Júnior

    1998 - 1999 - Dilva Maria de Moraes

    2000 - - - Maria José Braga Cavalcante

    2000 - - - Paulo Jordão Bastos

    2000 - 2001 - Antônio Carlos Vitiello

    2001 - 2004 - Antônio Francisco Furtado do Amaral

    2005 - 2007 - Augusto Carlos Curvello de Muros

    2008 - 2012 - Aécio Alvesda Costa

    2013 - 2014 - Antônio Carlos Vitiello

    2015 - 2016 - Robério Jose Canto (atual)

Publicações

A Academia Friburguense de Letras publica semestralmente a revista Letras Friburguenses, com obras dos acadêmicos e informações sobre a atuação do sodalício em Nova Friburgo e região, e um informativo bimestral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário