Academia Friburguense de Letras empossa os cinco primeiros jovens do Anexo Jovem


A Academia Friburguense de Letras, através da reforma estatutária acontecida em 2016, criou o Anexo Jovem para acolher escritores entre 16 e 29 anos. São 15 cadeiras que têm como patronos fundadores, ex-presidentes e acadêmicos de relevante participação na vida da Academia, que em 22 de junho completará 70 anos de existência.

No dia 31 de março, no plenário da Câmara Municipal, serão empossados os cinco primeiros jovens escritores que se submeteram ao processo de seleção que, dentre outros requisitos, exige ter, pelo menos, um livro publicado. A cerimônia contará com a presença do Secretário Municipal de Cultura, Marcos Marins Soares que será o paraninfo desses jovens escritores que terão direitos e deveres constante do Estatuto e do Regimento Interno da AFL.

Será uma sessão histórica, pois não se tem notícia da existência de semelhante anexo em nenhuma Academia de Letras no Brasil. Existe Academia de Letras Mirim, acolhendo e incentivando crianças para a leitura e escrita, mas jovens já formados e com trabalhos literários de valor reconhecido quando do processo de seleção, desconhecemos.
Leia Mais ►

Biografia dos Acadêmicos: Wanda Barroso Borges

 
Nasceu em Nova Friburgo – RJ. Possuído vasto currículo cultural, foi eleita uma das “Ilustres Personalidades Friburguense de Todos os Tempos” pela Câmara Municipal de sua cidade natal. Publicou, entre outros trabalhos: “Sopoesia,” 1976, “Três  Poema” 1977, “Clarice Lispector”, ensaio, 1978, “Meu Irmão: Barroso Filho” poema, 1983, “Aqui Poesia”, 1992, “Estanhos...,” conto, 1992, “Vitrine de Poema,” 1993.Participou também do livro “Poesia & Cia,”, editado pela Universidade Federal Fluminense de Niterói. Professora, em dedicado suas atividades a diversas áreas culturais, participando de eventos. Tem publicado trabalhos no jornal “ Letras Fluminenses”. Maiores dados sobre a autora podem ser colhido nos “Em Revista” n.º 3,5,15 e 21 – SP. De sua autoria são: 106 poemas, 12 contos, 14 peças de rádio teatro; - 1º Os Três Machados – 11/10/2008, - 2º Isabel Olha o Bicho – 07/11/2009 – 3º No Reino das águas encantadas – 03/07/2010 -4º Acro Ráios – Palestra: Canalização dos raios e do disco solar 15/07/2010 e no Radio teatro 20/09/2010, - 5º El-Brujo – Esquete teatral em  Santa Maria Madalena – 13/11/2010, - 6º Dialogo Ancestrais – 30/04/2011, - 7º o Banquete do Budha – 06/06/2012, - 8º Os ditadores em dose única – 08/06/2013, - 9º Em busca da Luz – 09/11/2013, - 10º Projeto Declamatório – 14/05/2015, - 11º Os Beduínos – 07/11/2015. Tem curso para televisão e teatro, participou de um filme pela Cia  Wal Schinaeder. Deu 34 palestras na FRA/Niterói e 4 na AFL – Nova Friburgo de caráter cultural. Atuou como secretaria por 15 anos na AFL. Fez parte da Diretoria do PDT – Niterói por 20 anos. Preside a ALIN – Associacion  Latim Intergalactic Neturion – desde 2001., Durante a Construção coordenou 168 funcionários. Participa do projeto Sócio Ambiental de Quarapes – Cachoeira de Macacu – RJ. Adepta do projeto MBS – Meu Bairro Sustentável em Nova Friburgo e Cachoeiras de Macacu. Fundou a ALIN 2 – Papucaia – RJ, para assuntos ecológicas e culturais. Conheceu os Bosques de Acádemo – Grécia – berço das Academias de Letras fundada por Platão e Aristosteles, e as 10 ilhas gregas.  Faz parte  da Diretoria do biênio 2017/2018, como presidente do conselho fiscal da AFL Nova Friburgo.

Cadeira nº 28 - Patronímica: Júlio Salusse.
Leia Mais ►

Academia Friburguense de Letras empossa diretoria para o biênio 2017/2018

Tereza Malcher assume presidência da entidade

Na sexta-feira, 20, será realizada a solenidade de posse da nova diretoria da Academia Friburguense de Letras para o biênio 2017/2018. 

A Academia Friburguense de Letras, que caminha para completar 70 anos ininterruptos de presença efetiva e produtiva na vida de Nova Friburgo — será dirigida por Tereza Cristina Malcher Campitelli (foto) (presidente), que contará com o apoio da seguinte diretoria: Alberto Wermelinger, Ordilei Alves da Costa, George dos Santos Pacheco, Hartmut Riedmaier, Robério José Canto, Wanda Barroso, Paulo Jordão Bastos e Anna Braga Asth. 

O grupo pretende ampliar a presença da Academia na vida social e cultural de Nova Friburgo, promovendo palestras, cursos, concursos e outras atividades de interesse da comunidade friburguense, de modo a ser, cada vez mais, um espaço dedicado à informação, à produção e à divulgação de bens culturais.

O evento será realizado, a partir das 19h, na sede da entidade, na Praça Getúlio Vargas 57, Centro.
Leia Mais ►

Centro de Cidadania LGBT Hanna Suzart oferecerá aulas para aspirantes a escritores


O escritor Thales Amaral, autor do romance "Falsiane.com", em parceria com o Centro de Cidadania LGBT Hanna Suzart e a escritora Isabelle Sarruf, autora do romance "Juízo", oferecerão atividades de desenvolvimento das habilidades de escrita, dando dicas de como melhorar a estrutura de um texto, organização de ideias e uma das formas de escrever um livro.

As reuniões irão acontecer todas as quintas feiras do mês de janeiro das 15h às 16:30h, a partir do dia 5. Não precisa se inscrever e o curso é totalmente gratuito.

Será numa sala no Centro de Cidadania que fica na antiga rodoviária, ao lado da Prefeitura de Nova Friburgo. Basta aparecer e participar!

Leia Mais ►

Biografia dos Acadêmicos: Sebastião A. B. de Carvalho


Nascido em Ipanema, na cidade do Rio de Janeiro, em 13 de janeiro de 1938, sua formação ocorreu quase toda em Cantagalo/Bom Jardim. Na terra de Euclides da Cunha, fez primeiro e segundo graus. Filho do jornalista e gráfico Antonio Ferreira de Carvalho, aos treze anos trabalhava em oficina gráfica de jornal do interior. Já aos 21 anos era o redator -chefe do jornal O NOVO CANTAGALO, e ainda professor de Inglês no Ginásio local. Graduou-se em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia N.S. Medianeira, de Nova Friburgo (hoje, São Paulo) em 1965.

Professor do Estado do Rio de Janeiro, cadeiras de Inglês e Estudos Sociais, atuou em vários colégios: Liceu Nilo Peçanha, Colégio da Polícia Militar, Colégio Estadual Aurelino Leal, aposentando-se em 1986.

Foi Professor de Inglês, Estudos Sociais e Orientação Educacional no Colégio Salesiano Santa Rosa, onde permaneceu por 8 anos, tendo escrito um livro: “Estudos Sociais - Sociologia – Economia - Política”, editado pela Escola Industrial D. Bosco – Salesianos de Niterói RJ, 1971.

Telegrafista dos Correios e Telégrafos, localizou-se em Cantagalo, e mais tarde em Nova Friburgo e em Niterói. Criou, em 1959, o Centro de Estudos e Pesquisas “Euclides da Cunha”, um pequeno grupo de jovens interessados em estudar e pesquisar tudo sobre Cantagalo. O CEPEC possibilitou o redescobrimento de uma gruta calcária belíssima, a Gruta da Pedra Santa, em Euclidelândia. Muito mais tarde, em 1991, Sebastião, com Rosa Maria Werneck Rossi, veio a descobrir outra Gruta, que nomeou como “Gruta do Novo Tempo”, em Boa Sorte. Ingressou na “Cultura Inglesa”, em Icaraí, em 1965, começando pelo 5o ano, mediante prova escrita e oral. Cursou a Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense - UFF - Niterói RJ em 1970 - (apenas o primeiro ano). Iniciado na Fraternitas Rosicruciana Antiqua (FRA) em 1977, frequentou a Aula Lucis Saint Germain em Niterói, a Aula Lucis Central no Rio de Janeiro e a Igreja Gnóstica. Foi iniciado na Maçonaria (GOB) na década de 80. Nos graus filosóficos, chegou ao 32o e, na Loja Simbólica, a Mestre Instalado. Recebeu as três iniciações em Reiki (Master, pelo Satya Reiki Communion). Também iniciação e treinamento em Kung-Fu, pelo Mestre Lee Tat Yan. Por força de concurso público, foi admitido, em 1980, como sociólogo do INPS, depois INSS, atuando em Niterói até sua aposentadoria, em 2006.

Fundou, em 1982, o Sagrado Círculo de Thelema (SCT), sob o lema: Liberdade Consciente, Amor Transcendente, Beleza Divinizada e Consciência Plena para todos os Seres! E criou a Sociedade Budista-Hinduísta Renovadora – SOBUHIR, sob a égide espiritual do guru Bhagavan Sri Ramana Maharshi, em 2006.

Viajou para os Estados Unidos da América do Norte em 1987/1988. Morou em New York e em Dallas. Frequentou curso de Inglês no Richland College (Dallas), concluindo o último nível (5o) do ENGLISH AS A SECOND LANGUAGE (Inglês para estrangeiros). Em 1996, editou uma nova versão do CANTAGALLO NOVO e fundou o jornal NITERÓI CULTURAL, mas, após alguns meses, resolveu parar com aquele, e passar a trabalhar com o NITERÓI CULTURAL apenas na Internet. Em setembro de 2005, Sebastião Carvalho foi eleito e admitido no CENÁCULO FLUMINENSE DE HISTÓRIA E LETRAS – CFHL, ocupando a cadeira cujo patrono é VALENTIM MAGALHÃES. A partir de 2012, fundou os jornais on line CANTAGALLO NOVO, JORNAL CULTURAL DE NOVA FRIBURGO e A VERDADE, que está editando mensalmente.

Cadeira nº 35 - Patronímica: Raymundo Correa.
Leia Mais ►